Zombiojo (Brasil-2016)

Direção:Edu Camargo

Miojo é o famoso quebra galho, é barato, é gostoso, tem uma enorme variedade de sabores, todos conhecemos muito bem essa iguaria rápida.

Mas e se eu te dissesse que isso pode te matar? E não de infarto?

É isso que conta Zombiojo (Se o nome já não fosse óbvio o suficiente), o filme conta sobre um grupo de amigos que estão curtindo um sexo, drogas e rock ‘n’ roll e alguém ali decidiu usar aquele pózinho de miojo como uma forma de viajar nas ondas dos macarrões instantâneos.

O desenvolvimento do curta depois de sua abertura fica nisso, os “sobreviventes” tentando entender um pouco mais sobre como enfrentar essa nova epidemia de pózinho de galinha caipira. A estética do filme auxilia muito no desenvolvimento da história, deixando o filme com as comunicações em texto. A história inteira não sai de um quarto e isso faz com que o espectador não fique notando o possível baixo orçamento. O filme é uma aula de nenhum momento se levando a sério, sempre tratando as coisas com um humor pastelão dentro das limitações da produção, é inevitável lembrar de filmes como “Shaun of the Dead” no quesito do humor em uma situação muito ruim, é divertido, gostoso e usa suas limitações a seu favor, desta vez estou falando do filme, não do miojo.